segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

LUTO!




Estou de luto!


Aconteceu tanta coisa revoltante que não me restou a alternativa de vestir um traje preto e prestar um minuto de silêncio.


Luto pelo fim de uma nação.


Fidel Castro, de 81 anos, renunciou na terça-feira, após 49 anos no poder de Cuba. Com isso, seu irmão, Raul Castro, assume o poder.


Raul , já esperava por isso há anos.


Termina assim, o país Cuba como conhecemos. Novos ventos sopram na Baía dos Porcos.


Luto pelo futebol carioca.


Final da Taça Guanabara. Maracanã cheio. As torcidas do Flamengo e Botafogo responsáveis por um show à parte. O jogo começa, corrido, com raça, um futebol bonito.Há tempos que não via algo assim. Parecia que a vitória do Botafogo estava próxima com um gol no 1° tempo. Até que, a vergonha. Um pênalty roubado e discarado para o Flamengo nos faz pensar:


Será que até a Copa do Mundo de 2014 tem conserto?


O jogo fica empatado, nervos à flor da pele como toda final tem que ser, até que o Flamengo, faz um lindo gol e vira o jogo levando a taça para a Gávea.


INADMISSÍVEL!!!


A torcida do Flamengo fez sua parte. Parabéns.


A torcida do Botafogo lotou o Maraca. Meus pêsames por voltarem pra casa com esse gosto de injustiça.


Agora para o futebol carioca, só me resta esconder o rosto de vergonha atrás de um véu negro.


Não tem explicação colocar um "novato" para apitar um jogo tenso como esse.


FIFA, abre o olho!


Luto pela TV aberta.


Dia importante para a 7ª arte. O OSCAR completa 80 anos.


Com o fim da greve dos roteiristas a festa estava com um ar mais tranquilo.


Aqui na terrinha, nossa maior rede de televisão aberta, a plim-plim promete transmitir o espetáculo. Mas só depois do seu maior sucesso, O Big Bobo Brasil. Com isso, além da festa do Oscar começar pela metade, os espectadores foram premiados com José Wilker como comentarista. FIASCO TOTAL mais uma vez.


É o fim!

Um comentário:

Thiago disse...

Neste domingo houve mais uma prova de que o futebol carioca está ridículo. No futebol carioca nos dias de hoje não existem mais gols de placa, dribles desconcertantes. Há uns 3 anos que num dia após a vitória, em vez de ouvir falar em emoção, só se ouve falar em "POLÊMICA". É muito triste que isso aconteça hoje com um futebol que nada a mais nada a menos revelou craques como Zico, Roberto dinamite, Romário, Bebeto, Edmundo e companhia, ou seja, um estado que revela craques de bola que nos dias de hoje não mudariam mais a história do jogo. No Rio de janeiro não existem mais jogadores que desequilibram, existem sim são árbitros que querem aparecer mais do que os jogadores. Parabéns ao Flamengo pela conquista e parabéns ao Botafogo por acordar hoje e não chorar, e sim sorrir, por está ciente de que temos um time e uma diretoria que nos dá orgulho de ser botafoguense. Que venha a Taça Rio!