segunda-feira, 24 de julho de 2017


ACERTOU OU NÃO ACERTOU?

ROTEIRO DA SÉTIMA TEMPORADA DE GAME OF THRONES 


Eu voltei! Tcharam!

Bem, vou falar sobre uma das febres do momento: Game Of Thrones.


Domingo retrasado, iniciou-se a sétima temporada e já veio com tudo!

Além das mudanças de que todas as temporadas foram com 10 episódios, essa veio cabalísticamente com somente 7 episódios.


Aí, uns meses antes da estreia, soltaram um possível roteiro que causou um burburinho nos fãs.

Agora a produtora lançou uma informação que muitas cenas falsas foram gravadas para enganar os papparazzis.

Bem, para quem não viu, ou leu, vou publicar o tal roteiro vazado (nada de original, eu sei), maaas, vou a cada semana comentar em cima, adicionando e mostrando o que está batendo e o que é apenas uma falácia.

CUIDADO QUE VEM SPOILER POR AÍ.

Legenda:

  • Em preto  : Roteiro original
  • Em preto negrito : O que aconteceu e não estava no roteiro
  • Em azul: Informação do roteiro que bateu com o episódio
  • Em vermelho: Informação que não bateu com o roteiro
  • Em roxo: Informação que bateu mas está fora da ordem do episódio. 



Episódio 1:


Arya aparece como Lorde Frey e mata todos os Frey’s em um banquete mortal.



ABERTURA


Os Caminhantes Brancos estão marchando para o sul. 


Bran atravessa a Muralha e se encontra com Edd Doloroso, agora Senhor Comandante da Patrulha da Noite.


Cão de caça, juntamente com a Irmandade sem Bandeiras, se alojam numa casa abandonada e encontram dois corpos mortos (antigos moradores mortos pelo Cão). Thoros de Myr, acende uma fogueira e chama Clegane para ele relatar o que está vendo nas chamas. E Cão de caça, enxerga a ameaça do rei da noite, além da muralha.



Sansa e Jon discutem sobre o que fazer com as casas nortenhas que traíram os Starks lutando ao lado dos Bolton. Sansa e Lyanna Mormont querem tomar suas terras e entregar para as famílias que permaneceram leais, mas Jon não quer responsabilizar os filhos dos Umber e dos Karstark. Jon faz as coisas à sua maneira e diz que o Norte não será governado da mesma maneira que sempre foi.

Cersei manda uma carta para Jons Snow se curvar à ela.

Sam começa seu aprendizado na Cidadela, entre estudos, arrumações e limpeza, temos cenas bem engraçadas


Em uma de suas caminhadas, uma área restrita chama a atenção e ao consultar o Arquimeistre sobre o local, não é autorizado a ir até lá pois somente os meistres podem ir. Mesmo assim ele decide ir e buscar informação sobre os caminhantes brancos e sobre como destruí-los e se depara com uma informação muito importante sobre Pedra do Dragão e uma montanha de Obsidiana.




Em sua caminhada da limpeza, ele recolhendo os pratos de pessoas que parecem estar em isolamento, ele se depara com uma mão tomada por Escamagris e tudo dá a entender que é Sir Jorah.



Arya, encontra um grupo de soldados Lannisters e senta com eles para ceiar e ao ser perguntada para onde vai ela diz: "Porto Real, matar a rainha" Todos riem  e ela fica ali com eles.


Ao final do Episódio, Daenerys e companhia chegam a Pedra do Dragão (antigo lar de Stannis, próximo a Porto Real). Ela entra na antiga sala de guerra, que ainda tem o mapa de Westeros na mesa, se vira para Tyrion e diz “Devemos começar?”


Episódio 2:

Danaerys cofronta Varys e sua lealdade. Logo em seguida, recebe a visita da Rainha Vermelha que a convence a procurar Jon Snow pois ele seria um grande aliado além de estar preocupado com a invasão que vem do norte. Ele é um líder precioso. Tyrion confirma a credibilidade em Jon Snow. Danaerys manda uma carta convidando Snow a se curvar à ela.

Jon recebe um corvo de Daenerys convocando todos os lordes nortenhos para se encontrarem em Pedra do Dragão


Cersei reúne um grande grupo de pessoas para informar sobre Danaerys e sua campanha. 
Diz que vão combatê-la assim como seus dragões. Quando questionada como Qyburn diz que já estão providenciando como.


Jaime tem uma conversa franca com Sir Tarly para manter o apoio à Cersei, pois ele pode se beneficiar com isso sendo o protetor do Sul. Sir Tarly tem suas preocupações.

Cersei se encontrar com Qyburn nos subterrâneos do castelo, para mais uma vez visualizar os esqueletos dos antigos dragões e conhecer uma arma que pode matá-los.

Danaerys, Yara Greyjoy, Olenna Tyrel e Ellaria, fazem uma reunião em pedra do Dragão para decidir onde e como atacar. Todas são a favor de atacar Porto Real mas Tyrion convence Danaerys com uma estratégia de guerra melhor, onde cercariam o reino de Cersei e atacariam Casterly Rock com os imaculados. Assim, Yara e Ellaria saem rumo ao porto de Cersei.

Olenna Tyrel instiga Danaerys a agir como um Targaryen


Verme Cinzento e Missandei desfrutam de uma noite de amor.


Sam juntamente com o Arquimeistre da Cidadela, consultam Sir Jorah sobre seu Escamagris que está altamente avançado e a conclusão que lhe é dada é que não há cura. Ele tem pouco tempo de vida e menos ainda de sanidade. Como não tem cura, ele só poderá ficar mais uma noite no local e é indicado que tome uma decisão sábia essa última noite. (É indicado ao suicídio).
Ao saírem, Sam descobre que Sir Jorah é um Mormont, e isso o toca de alguma maneira.
Sam, após a consulta, em uma conversa com Arquimeistre, diz que já leu sobre uma tentativa de cura do Escamagris, mas é desencorajado pelo seu tutor.


Sir Jorah escreve uma carta à Danaerys, entende-se que é uma despedida. De repente, Sam aparece na calada da noite, trazendo um monte de utensílios e um grande livro. Diz que conheceu o pai de Sir Jorah e estava presente quando o mesmo foi morto e como um patrulheiro da noite, não o deixará morrer antes de tentar algo. Pede para Jorah se preparar pois vai doer muito. Sir Jorah pergunta se ele já fez isso alguma vez e ele diz que não. E inicia a remoção do Escamagris do corpo de Sir Jorah que urra de dor.

Arya, encontra Torta Quente e descobre que Winterfell está dominada por Jon Snow que derrotou os Bolton na Batalha dos Bastardos, e assim resolve partir para Winterfell ao invés de Porto Real.


                                 

Arya encontra Nymeria (Sim, era ela mesma!)


Em uma reunião com o conselho do Norte, Jon diz que recebeu uma carta de Danaerys e que vai ao seu encontro. Todos são contra e Sansa diz que pode ser uma armadilha. Mas ele também informa que recebeu uma carta de Sam Tarly, que diz que em Pedra do Dragão, hoje lar de Danaerys, existe um monte de vidro de dragão (Obsidiana) que é preciso que seja minerado e transformado em armas para combater o Rei da Noite.

Sir Davos é a favor pois fogo também mata os Caminhantes, e quem produz fogo?


Jon e Davos decidem ir para Pedra do Dragão pedir por Obsidiana (vidro de dragão) à Danaerys.

Mindinho instiga e diz que ama a Sansa como amava a sua mãe. Jon Snow o confronta e o ameaça, que se enconstar na Sansa, ele mesmo o matará.

Sansa é deixada no comando de Winterfell Fantasma é deixado ao seu lado.



Dorne e Jardim de cima são atacados pelos Lannisters no começo da temporada. Jaime confronta Olena Tyrell em Jardim de Cima. Ela conta a Jaime como ela e Mindinho envenenaram Joffrey. Jaime então permite que ela beba veneno e se mate antes de ser capturada.

A frota de Euron Greyjoy destrói os navios de Yara e a tomam como prisioneira. Theon, no entanto, consegue escapar ao pular em outro barco.


Euron Greyjoy ataca Dorne, matando duas das Serpentes de Areia e capturando Ellaria e Yara.


Episódio 3:
Jon e Davos chegam a Pedra do Dragão e se encontram com Tyrion na praia.
Tyrion os leva para se encontrar com Daenerys, que manda Jon se ajoelhar, o que ele se recusa. Ao invés de se ajoelhar, Jon conta a ela sobre a ameaça dos Caminhantes Brancos, mas ela não acredita nele. Davos tenta contar sobre a ressurreição de Jon, mas ele o impede. Tyrion intervem dizendo que Jon é um bom rapaz e definitivamente não é maluco.
Dany demonstra respeito por Jon, apesar dele não retribuir o sentimento.
Jon se encontra com Theon, e promete poupar sua vida por ter ajudado Sansa a escapar das mão dos Bolton.
Arya reencontra Nymeria, sua loba, no seu caminho de volta para Winterfell.(Episódio 2)
Jorah e Sam se encontram em Vilavelha e encontram uma cura para a escamagris. (Episódio 2)
Bran chega a Winterfell e Meera retorna para o Gargalo.
Episódio 4:
Arya chega a Winterfell.
Dany queima alguns lordes de Westeros com seus dragões, incluindo Randyll Tarly e seu filho, pai e irmão de Sam.
Tyrion convence Daenerys a não atacar Porto Real diretamente com Dragões por conta do risco de matar muitos civis. (Episódio 2)
Jaime, Bronn e o exército Lannister são encurralados por Daenerys, os Dothraki e os Dragões enquanto marchavam de volta de Jardim de Cima. O exército Lannister é derrotado e Jaime é quase morto pelo dragões, poré é salvo por Bronn.
Jon se dá conta de que o único jeito de convencer Westeros a se unir contra os White Walkers é pegando uma amostra viva dos zumbis para mostrar a todos.
Episódio 5: 
Sam deixa Vilavelha rumo a Winterfell junto com Goiva e o pequeno Sam.
Jorah se reune com Dany em Pedra do Dragão após ter sido curado da escamagris (ou é o que parece).
Jon recebe um corvo informando que Bran e Arya estão em Winterfell.
Jon, Jorah e Gendry partem rumo à Muralha. Eles querem capturar um dos Caminhantes Brancos para mostrar ao provar para o povo de Westeros a existência deles. Jaime e Bronn se encontram secretamente com Tyrion e Davos. Tyrion tenta convencer Jaime a fazer com que Cersei se renda a Daenerys. Jaime o ignora.
Episódio 6:
Jon chega a Atalaialeste do Mar; Aparentemente Tormmund aprisionou a irmandade sem bandeiras. A irmandade estava em uma missão do Senhor da Luz para lutar contra os White Walkers.
Jon lidera um pequeno grupo que inclui Thoros, Tormund, Jorah e Gendry. O time é atacado pelo rei da noite, incluindo um urso zumbi que mata Thoros de Myr.
Eles são cercados em lago congelado, e quando estão prestes a serem derrotados Dany chega com seus dragões. Ela leva a maior parte do grupo nos dragões, mas deixa Jon para traz. Aparentemente, o Rei da Noite consegue matar Viserion e o ressuscita como seu próprio Dragão.
Jon é quase morto, mas Benjen aparece para salvá-lo. Ele manda Jon ferido sobre seu cavalo antes de ser morto pelos caminhantes.
Em algum ponto Jon promete abandonar seu título de Rei do Norte, caso ela decida ajudá-los contra os Caminhantes Brancos.
Episódio 7:
Sansa condena Mindinho a morte, sentença que é executada por Arya. Em algum momento na temporada, Mindinho tenta colocar Sansa contra Arya usando uma carta que Sansa escreveu enquanto estava sob domínio dos Stark. Bran ajuda Sansa a não cair nas manobras de Mindinho.
Cersei acorda em uma cama ensopada de sangue, provavelmente da perda de um filho. Em algum ponto da temporada parece que ela engravida de Jaime.
Sam e Bran de alguma maneira descobrem que ele é, na verdade filho de Lyana Stark e Rhaegar Targaryeb. Seu nome real seria Aegon e ele teve seu nascimento legitimado. (É bem provável que isso esteja nos registros de Vilavelha).
Jon e Dany fazem sexo no barco rumo ao norte.
A Muralha cai no final do episódio. O rei da noite a  ataca com um Viserion em versão zumbi e a derruba.


Fim da temporada.

sábado, 19 de dezembro de 2015

Star Wars VII, O Despertar da Força. EU FUI!


Ontem assisti Star Wars VII, O Despertar da Força. O que tenho a dizer?

Quero ver de novo!!!

Bem, podem ficar tranquilos, pois não vai rolar SPOILER.

Eu tenho um preconceito com J.J.Abrams desde a patetada de Lost.

Aí depois veio Cloverfield. Vixe...Morro abaixo.
Mas aí veio, Missão Impossível, Super 8 e etc.

Bem, em Star Wars ele não deixou a desejar. O filme é espetacular, com todos os ingredientes que os fãs querem.

Se você curte a história, se prepare para emoção e diversão ao extremo!


Tem tudo que a gente quer, tudo mesmo!

A história está bem construída, bem montada, momentos engraçados, fotografia excelente, efeitos sonoros, está tudo muito bem estruturado.

Referências por todos os lados.

O mais legal é que o filme consegue trazer a fórmula original e a linguagem atual.

Não tem mimimi, segue a linha que a galera quer hoje em dia. Passa logo a mensagem. Hoje é tudo muito rápido e imediatista, então não se pode gerar tanto mistério e segurá-lo por muito tempo.

O fã pula da cadeira!

E isso o filme faz com maestria. As coisas acontecem!

Outra coisa tenho que dizer: infelizmente, ninguém supera Darth Vader! O vilão mais icônico da história consegue se manter como único. Insuperável.


A família Skywalker continua problemática, o lado negro continua a assombrar todos e confesso que eu iria sem pensar.

Bem, o que tenho a dizer é que o filme é ótimo, um dos melhores da franquia e vou ver de novo em 2D.

Recomendo que faça o mesmo. Não perca seu tempo em ver em 3D, pois é uma pena. Perde-se muito a qualidade, o brilho, a cor e a magia.


Coloque sua roupa de Jedi, pegue seu sabre de luz e que a força esteja com você!

Ah, outra coisa: não tem aftercredits. O filme acabou, pode ir embora!!!



Não existe morte, existe a Força.








quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Whatsapp caiu mesmo!

Hoje foi um dia histórico.

As pessoas se deram bom dia em alto e bom som.


Acordamos com o aplicativo de conversação mais famoso do mundo fora do ar. 

Não tinha nenhum número verde indicando mensagens em nosso smartfone.

A justiça brasileira, "raivosa e impiedosa", conseguiu fazer com que a sociedade voltasse no tempo.

As pessoas se cumprimentaram, olharam ao redor, viram que o céu ainda é azul e 10 segundos depois, começaram a navegar na internet em busca de algo que ''quebrasse'' o bloqueio.

Mesmo aqueles que não fizeram isso, correram para o messenger do facebook e descobriram que o mundo não acabou "Ufa, estão todos aqui, graças a Deus!"

O mais legal é que a primeira notícia que eu li e na hora já desacreditada por mim, foi que essa parada iria perdurar por 48 horas! "Uau, será mesmo? Duvido!"

Bá!!! Acho que não durou nem 12!

Realmente ninguém cumpre pena integral no Brasil.
Nem o Whatsapp. Cumpriu um terço de pena, e saiu livre por bom comportamento.

Temos um sistema falho, uma justiça falha, uma mídia falha e um povo falho.

E a vida continua!

O mundo tecnológico ficou ''chocado'' com essa decisão da justiça. Chegou a ser falado de ditadura, censura, socialismo, golpe político e etc. 

Na verdade, protagonizamos mais um dia de chacota.


Somos mais uma vez, a piada do mundo!

Somos uma vergonha. 

Os dizeres de nossa bandeira deveriam mudar. Não honramos o que defendemos (se é que defendemos).

Vivemos em uma constante desordem e retrocesso.

Nossa economia, nossa política, nossa educação. Estamos parados no tempo mais de 30 anos.

Se alguém ouvir o rock nacional dos anos 80, onde se levantavam bandeiras de revolta e revolução, as letras dizem coisas que continuamos a viver hoje em dia.

Continuo buscando uma ideologia para viver, pois meus heróis morreram e meus inimigos estão no poder!

Estamos parados no tempo, ruminando os mesmos problemas e empobrecendo nossas vidas com Jéssicas e Fabíolas.

Nosso povo continua preferindo o circo e o pão mofado.

Opa, tenho que parar pois chegou mensagem aqui.

Até a próxima e não se esqueçam: esse ano tem Roberto Carlos antes do Natal e em janeiro tem BBB.